Operação da Polícia Civil prende suspeitos de roubo de combustível no Maranhão

Uma operação da Polícia Civil prendeu na sexta-feira (16) em Alto Alegre do Pindaré, a 219 km de São Luís, três suspeitos de roubo de combustível dos trens que passam pela ferrovia Carajás. Eles trabalhavam na segurança da ferrovia.

Jocélio dos Santos, Fredson Alves e Antonio Marcos Campos foram presos por suspeita de roubo de combustível (Foto: Reprodução/TV Mirante)

A polícia encontrou na casa de Jocélio dos Santos e Antonio Marcos Campos objetos furtados da empresa responsável pela ferrovia. Jocélio era inspetor de segurança de uma empresa terceirizada da Vale contratada para evitar os roubos e Antonio Marcos era vigilante.

Segundo o delegado regional que acompanha o caso, Éderson Martins, Jocélio participou de operações de combate ao crime. “Não só um vigilante. Ele era um inspetor de segurança. Declinava-se a ele certa credibilidade. Ele participou, inclusive, de apreensões e tivemos também informações que ele era um dos que mais apreendiam combustível. Talvez até para ganhar notoriedade na empresa e não ter o seu nome ligado a qualquer falcatrua”, contou.

De acordo com as investigações, eles usavam informações privilegiadas para ir aos pontos onde os trens passavam em trechos pouco movimentados e sem vigilância para furtar óleo diesel.

Além de Jocélio dos Santos e Antonio Marcos Campos, também foi preso no município de Santa Inês, Fredson Alves que prestava serviço na ferrovia e é apontado como o chefe do grupo. Na casa dele a polícia encontrou armas.

Jocélio dos Santos e Antonio Marcos Campos foram soltos por decisão da Justiça. Eles vão responder ao crime de furto em liberdade porque não houve flagrante.

Fonte : G1MA 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *