Mulher que jogou o filho bebê da Ponte do São Francisco alega sofrer distúrbios mentais

Presa após jogar seu filho bebê de sete meses da Ponte José Sarney, popularmente conhecida por Ponte do São Francisco, a mãe já identificada como sendo Carla Regina Mendes (foto abaixo), encontra-se recolhida no Presídio Feminino de Pedrinhas e deve passar por uma série de exames por todo dia de hoje para constatar se sofre mesmo de desequilíbrio mental. Ela alegou durante depoimento que toma remédios controlados. Os parentes dela confirmam que por três vezes já foi internada na Clínica São Francisco, próximo do Socorrão II.

Regina, de 23 anos, por volta das 13 do domingo de ontem (18) jogou a criança da ponte, mas o movimento da maré era fraco e dois policiais militares que passavam no local e estava em trajes civis (de bermuda) desceram correndo, enfrentando a lama até metade das batatas das pernas e conseguiram salvar o bebê.

Uma equipe de socorristas do Samu foi ao encontro dos militares já fora da área do lamaçal e levou o bebê para o Socorrão I, Hospital Djalma Marques, onde ele recebeu completo atendimento e encontra-se fora de perigo.

A mãe recebeu voz de prisão por uma viatura que chegou ao local e foi encaminhada ao Plantão das Cajazeiras. Em ali chegando, ela disse que a criança era fruto de um estupro e que estava transtornada na hora em que cometeu a tentativa de crime.

Alegou ainda sofrer de distúrbios mentais e que toma remédios controlados. Hoje, ela será submetida a uma série de exames para constatar se tem problemas psiquiátricos.

Aguardem novas informações.

Fonte : L.Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *